A força do Estádio Proletário: atletas destacam importância do mando de campo

A estreia do Bangu no domingo, 29, terá alguns ingredientes especiais. Porém, o principal será o rencontro com o torcedor no Estádio Proletário Guilherme da Silveira Filho. Desde 2012 que o Alvirrubro não iniciava o Campeonato Carioca jogando na Zona Oeste, algo que motiva ainda mais o elenco para a partida contra a Portuguesa.

– Jogar em Moça Bonita é fundamental. Todos sabem da nossa força em casa e é importantíssimo estrear aqui. Claro, temos a responsabilidade jogar bem e vencer. Treinamos forte durante a pré-temporada para poder realizar uma grande competição, brindando o torcedor com um futebol bonito e vencedor – disse o atacante Matheus Pimenta.

Indo para o seu quarto Cariocão vestindo a camisa banguense, o volante Ives também comentou sobre a importância de atuar em casa. Segundo ele, o mando de campo será um dos pontos fortes para a trajetória na competição.

– Temos um ótimo grupo, com jogadores experientes e outras revelações. Estamos bem entrosados e sabemos que temos tudo para ir bem no Campeonato Carioca. Jogar em Moça Bonita vai ajudar muito porque teremos o apoio maciço dos torcedores e é a nossa casa, lugar onde nos sentimos bem – comentou.

Bangu e Portuguesa duelam às 16h30 deste domingo, 29, pela primeira rodada da Taça Guanabara. Volta Redonda, Vasco da Gama e Fluminense também compõem o Grupo B.

Texto: Emerson Pereira
Foto: Emerson Pereira/Bangu