Arturzinho comanda primeiro treino e fala em construir uma nova história

Tratando-se do Bangu, Arturzinho dispensa credencias. Um dos maiores artilheiros do clube, ídolo e campeão, o ex-meia terá o desafio de colocar o Alvirrubro no caminho das vitórias no Campeonato Carioca. Ele se apresentou e comandou o primeiro treino na tarde desta terça-feira, 14, no Espaço Lonier, em Vargem Pequena. O treinador demostrou carinho e destacou a grandeza do clube, projetando novos momentos de felicidade.

– Temos que fazer uma nova história. Não vivemos mais com a que já foi feito, ficou no passado. Cabe a nós fazermos um novo capítulo neste livro e conseguir colocar o Bangu em seu devido lugar. Por gostar e ter tido uma bonita história com esta camisa, quero ajudar a resgatar o clube das décadas passadas, disputando finais e com conquistas. Quero um time que seja respeitado por qualquer outro time, sendo visado como o grande que é. Não é um trabalho de imediato, mas estaremos empenhados em fazer com que o Bangu acredite na sua força e possa voltar a brilhar – afirmou.

Arturzinho conversou com os atletas antes do treino - Foto: Emerson Pereira/Bangu

Arturzinho conversou com os atletas antes do treino – Foto: Emerson Pereira/Bangu

Arturzinho revelou que assistiu três das quatro partidas do Alvirrubro na Taça Guanabara, contra Vasco da Gama, Volta Redonda e Fluminense. Diante de um momento incômodo na tabela, o comandante banguense garantiu que o período sem triunfos já ficou no passado e espera um novo momento a partir do duelo contra o Resende, sábado, 18, em Conselheiro Galvão.

– Assisti três jogos do Bangu neste Campeonato Carioca. Lógico que os resultados não foram os esperados, o que dá uma insegurança e instabilidade, que é natural no futebol. Cabe a nós mostrar aos atletas que isso faz parte do passado e temos que fazer uma nova realidade, uma nova história. Com todo respeito ao Resende, temos que buscar um bom resultado no sábado, começando as projeções para o segundo turno. Vai começar tudo do zero e podemos postular uma boa campanha, que é o desejo dos torcedores – disse.

Em sua comissão técnica, Arturzinho tem Tuca Lima, Ado e Marinho como auxiliares. Os dois últimos, aliás, jogaram com ele a Copa Libertadores da América, em 1986, e na vitoriosa campanha do título invicto da Taça Rio de 1987. O treinador ressaltou a importância de conviver com pessoas conhecidas há anos.

– É ótimo trabalhar com pessoas que já conheço, pessoas que tenho um carinho muito grande. É bom ter ex-jogadores, como Ado e Marinho, para que eles mostrem aos atletas atuais que o Bangu sempre foi grande. Temos que voltar a ter esse tipo de mentalidade porque somente assim poderemos voltar a fazer este clube aquilo que acho que ele merece ser: grande – finalizou Arturzinho.

No primeiro dia, os atletas realizaram musculação na academia, treinamentos voltado para passes e tático. Nesta quarta-feira, 15, Arturzinho e sua comissão comandarão treino em período integral.

Texto: Emerson Pereira