Atletas do sub-17 do Bangu participam de palestra em universidade da Zona Oeste

Atividade organizada em parceria com a Cufa, teve profissional de coaching e psicóloga

Nesta quinta-feira, 8, os atletas da equipe sub-17 do Bangu foram convidados para uma palestra em um centro universitário de um shopping de Campo Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro. A atividade contou com preleções de Antoniel Bastos, analista de gestão de pessoas, e da psicóloga Ester Camara. A ação teve como cunho principal estimular a capacidade dos jovens em aumentar a autoconfiança e quebrar barreiras de limitação.

O método coaching vem do mundo corporativo, onde ganhou comprovação científica. Aos poucos desembarcou no esporte e começou a acompanhar atletas olímpicos, que viram nesta técnica a oportunidade de atingir o máximo de seu potencial. O Bangu aplica de forma pioneira este trabalho na base. A psicóloga Ester Camara explica como está sendo desenvolvido o trabalho com os jovens e o impacto desta ação:

– Só de você montar um trabalho desses e eles entenderem que estão sendo assistidos de uma forma que a gente só tem noção no futebol profissional, já quebra um paradigma. A gente tem a visão das oportunidades só para quem já está no topo da pirâmide, hoje você ter uma equipe multidisciplinar esportiva com a base do futebol, já traz para eles a oportunidade de acreditar nos sonhos e colocar isso como meta para realizar – conta Ester.

– A gente acredita que todos eles podem ser jogadores profissionais, mas o que vai fazer a diferença é justamente acreditar. O nosso trabalho aqui é passar isso para eles, acreditar nos valores, formar uma identidade esportiva e uma identidade pessoal, que tenho certeza que isso é que faz a diferença. Se a realidade está distante o que podemos fazer por isso? A gente resgata a história, resgata a identidade e coloca eles diante do resultado – complementa a psicóloga.

IMG_0162

No detalhe,a psicóloga Ester Camara e o coach Antoniel Bastos comandando atividades (Foto:João Carlos Gomes/Bangu)

Para Antoniel Bastos, desenvolver o método coaching no Bangu, é promover a autoconfiança de jovens da periferia que vivem em uma realidade repleta de obstáculos. Ainda segundo o profissional, é preciso que eles vejam que a realidade pode ser mudada se tiver a troca de experiências.

– Estar no Bangu fazendo esse trabalho junto com essa galera de base, é a oportunidade de você doar ao outro aquilo que você tem. É mostrar para eles que são mais fortes do que imaginam, e que estar no Bangu é estar em um time campeão – reforça Antoniel Bastos.

A parceria entre o Bangu e a Central Única das Favelas surgiu a partir desta edição da Taça das Favelas. Os 31 atletas que se destacaram na competição assinaram com o Bangu para compor a equipe sub-17.

A equipe treina três dias por semana sob comando do técnico Franklin Ferreira, que esteve à frente da equipe do Vila Aliança, campeã masculina da Taça das Favelas. Juntamente com apoio do auxiliar técnico Juneca, as atividades são realizadas no Campo do São José, em Magalhães Bastos. A equipe participará da Copa Zico, que ocorrerá no mês de julho.

Equipe Cufa/Bangu e atletas que fazem parte do sub-17 (Foto: João Carlos Gomes/Bangu)

Equipe operacional e administrativa Bangu AC/Cufa e atletas que fazem parte do sub-17 (Foto: João Carlos Gomes/Bangu)

 

PARA VER O ÁLBUM DE FOTOS DO EVENTO, CLIQUE AQUI

João Carlos Gomes