Bangu luta até o fim, mas acaba superado pelo Nova Iguaçu na estreia da Taça Rio

Nesta tarde de sábado, 11, o Bangu estreou na Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca, contra o Nova Iguaçu. Fora de casa, no Estádio Laranjão, Baixada Fluminense, o Alvirrubro acabou derrota por 2 a 1, numa partida bastante movimentada. Estrante assim como o técnico Roberto Fernandes, o zagueiro João Guilherme foi o autor do gol banguense.

A partida começou bastante equilibrada, com o Bangu tendo a primeira oportunidade. Aos seis minutos, João Guilherme cobrou falta da intermediaria e parou na boa defesa de Jefferson. Contudo, em sua primeira oportunidade, o Nova Iguaçu abriu o placar, aos 25. No lance, Wescley foi acionado por Adriano, entrou na área e tirou de Márcio: 1 a 0.

Na frente do marcador, a Laranja da Baixada quase ampliou em falta cobrada por Paulo Henrique, aos 35, que parou no travessão de Márcio. O Alvirrubro também ficou no quase dois minutos depois, quando Matheus Pimenta fez jogada individual e a bola explodiu no poste superior iguaçuano.

No segundo tempo, o primeiro lance foi pelo lado do Nova Iguaçu. Marlon foi acionado por Wescley, avançou e parou em Márcio. Com o passar do tempo, o Bangu melhorou e foi em busca do empate. Aos 22, Bruno Luiz recebeu na área e bateu forte, mas Jefferson fez ótima intervenção e colocou para escanteio. Matheus Pimenta cobrou na área e João Guilherme, estrante do dia, cabeceou firme para estufar a rede: 1 a 1.

Foto: João Carlos Gomes/Bangu

Foto: João Carlos Gomes/Bangu

Porém, aos 35, os iguaçuanos voltaram à frente do placar. Após cruzamento de Anderson, Adriano fechou na segunda trave e tocou para marcar o segundo. Em desvantagem, o time de Moça Bonita pressionou até o final e não conseguiu o empate no último minuto por muito pouco, pois o cabeceio de João Guilherme foi tirado em cima da linha numa defesa milagrosa de Jefferson, assegurando os três pontos para o Nova Iguaçu.

O Bangu se reapresenta na segunda-feira, 13, pela manhã, no Espaço Lonier, para iniciar a preparação visando a partida contra o Boavista, no próximo final de semana, no Estádio Proletário.

Emerson Pereira