Morre Mococa, ex-jogador do Bangu na década de 1980

Nota oficial

O Bangu Atlético Clube vem a público lamentar o falecimento de Mococa, vítima de atropelamento na Rodovia SP-340, KM 278 Sul na noite desta sexta-feira, 8 de junho. Ex-volante, ele atuou no Alvirrubro entre 1981 e 1984 e tinha 60 anos.

Gilmar Justino Dias nasceu em 10 de março de 1958, chegou ao Bangu aos 22 anos como contratação de peso pelo patrono Castor de Andrade, que negociou com o Palmeiras. Ele vinha se destacando tanto no clube palestrino quanto no Santos, sendo comparado pela imprensa da época a Paulo Roberto Falcão, do Internacional.

No Bangu, Mococa atuou em 138 jogos, marcou um gol, tendo 63 vitórias, 47 empates e 28 derrotas em seu histórico. A partida mais expressiva de sua passagem no clube da Zona Oeste foi a goleada sobre o Flamengo por 6 a 2, no Maracanã, pelo Campeonato Carioca de 1983. Vivia na sua cidade natal que lhe rendera o apelido e tornou-se célebre por lá.

Compartilhamos nossos sentimentos aos familiares e amigos de Mococa e nosso respeito ao município de Mococa, no interior de São Paulo.

A diretoria