Ado – Miraldo Câmara de Souza

Miraldo Câmara de Souza, 45 anos, é o paraibano Ado, vice-campeão brasileiro em 1985 e para sempre rotulado como o homem que perdeu o último pênalti.

Por isso a dívida, por isso a sensação de que sozinho, ele poderia reaver a glória perdida há 23 anos.

Ado chegou ao Bangu em 1983, comprado junto ao Madureira por Carlinhos Maracanã por 10 milhões de cruzeiros. Em seu primeiro jogo, na estréia da Taça de Prata contra o Guarapari, o ponta-esquerda marcou um gol. “Jorge Vieira era o técnico, lembro bem”.

Ele atuou pelo clube entre 1983 e 1987, depois voltou em 1994 e mais uma vez em 1997. No dia 1º de junho de 1997 fez sua última partida em Moça Bonita, totalizando mais de 200 jogos pelo alvirrubro. Seu melhor momento ocorreu exatamente três dias antes da grande desgraça:

“Meu jogo inesquecível foi Bangu x Brasil de Pelotas, no Maracanã, quando fiz um gol que garantiu o time na final”.

Final que sempre que aparece em algum programa de TV mostra o pênalti perdido por Ado. Uma vez por ano, pelo menos, algum jornalista procura um contato do ex-ponta-esquerda, para que ele fale novamente sobre o lance que tirou o título do Bangu, como se toda sua carreira ficasse restrita a esse chute.

“Na verdade eu tenho uma dívida com o Bangu e pretendo um dia ver o Bangu voltar a ser grande. Desejo voltar a trabalhar no clube um dia e pagar minha dívida” – conclui um dos mais famosos personagens da nossa história.