Bangu luta, mas é superado pela Ferroviária em primeiro revés na Série D

O Bangu foi superado pela Ferroviária por 3 a 1 neste sábado (17 de outubro), em Moça Bonita, pela 7ª rodada do Grupo A7 da Série D do Campeonato Brasileiro. Esta foi a primeira derrota da equipe da zona oeste carioca na competição. 

O gol alvirrubro foi marcado por Felipinho. Tiago Marques (2x) e Gleyson fizeram os dos visitantes. 

Com o resultado, o alvirrubro continua com 12 pontos e perde a liderança da chave para o próprio time paulista. Na próxima quarta-feira (21), as equipes se enfrentam novamente, mas, desta vez, na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara. A princípio, o duelo está marcado para as 18h. 

O JOGO

Logo no primeiro ataque, a Ferroviária chegou ao gol com Tiago Marques. Ele aproveitou uma bola roubada por Dener, ajeitou e chutou com força para abrir o placar. Na sequência, o volante Felipe Dias chegou a marcar para o Bangu, mas a arbitragem anulou o lance. No mais, a etapa inicial foi marcada pela escassez de chances criadas. 

No segundo tempo, o alvirrubro pressionou, mas foram os visitantes que anotaram. Tiago Marques, desta vez, de cabeça, fez 2 a 0 para a equipe paulista, aos  6 min. O Bangu esboçou uma reação com um belo gol de Felipinho, aos 23 min. 

Apesar de buscar a igualdade após o gol de Felipinho, a equipe alvirrubra sofreu mais um gol já no fim da partida. Gleyson, que acabara de entrar, recebeu na área, girou e bateu sem chances para Luciano. O placar, então, não foi mais alterado. 

Texto: Vinícius Bacelar/Bangu

Foto: Raphael Santos/Bangu

Bangu 1  x 3 Ferroviária

7ª rodada do Grupo A7 da Série D do Campeonato Brasileiro

Local: Moça Bonita, Rio de Janeiro 

Dia e horário: 17 de outubro de 2020, às 15h

Árbitro: Rodrigo Jose Pereira de Lima

Assistentes: Gabriel Conti Viana e Gustavo Mota Correia

Gols: Tiago Marques, ao 1 min do 1º tempo e aos 6 min do 2º tempo; Felipinho, aos 23 min do 2º tempo; e Gleyson, aos 42 min do 2º tempo. 

Cartões amarelos: Vinícius Miller (Bangu)

Bangu: Luciano; Eduardo Grasson (Bruno Moura), Lobão, Gabriel Gomes (Paulo Vítor) e Lucas Sampaio (Marcinho); Felipe Dias (Geovani), Juliano e Vinícius Miller; Trindade (Rochinha), Felipinho e Anderson Lessa. Técnico: Eduardo Allax.

Ferroviária: Saulo; Lucas Mendes, Max, M. Salustiano (Fabão) e Bruno Recife; Nando (Dudu), Tony e Dener; Branquinho (Jhonninha), Tiago Marques (Gleyson) e Fellipe Mateus (Arthur Henrique). Técnico: Paulo Roberto Santos.