Brigando por vaga na semifinal, Anderson Lessa pede atenção ao Bangu contra o Americano

Artilheiro da equipe com cinco gols, camisa 9 afirma que erros não podem acontecer na Zona Oeste

Com a vaga na Série D do Brasileirão 2020 na mão, o Bangu entra em campo nesta quarta-feira, 20, com um novo objetivo: se aproximar da semifinal da Taça Rio. Pela frente, o Alvirrubro recebe o Americano a partir das 16h30 no Estádio de Moça Bonita, na Zona Oeste. Com 100% no local, o time do técnico Ado espera manter o bom momento para chegar a mais uma vitória, que colocaria a equipe com 12 pontos no Grupo B. E um dos trunfos é o artilheiro Anderson Lessa, que quer mais na competição.

– Estamos felizes com o momento que o clube vem vivendo. Costumo dizer que temos um grupo vencedor, que não se acomoda e pensa em conquistar mais e mais. Com a vaga no Brasileiro garantida, seguimos com nossos objetivos de fazer história com a camisa do Bangu, brigando por títulos e conquistando coisas grandes – ressalta.

Apesar da vitória por 3 a 0 sobre a Portuguesa na última semana, o Alvirrubro não teve moleza. Assim como os insulanos, o Americano também ocupa as últimas colocações e briga por uma vaga na fase principal do Carioca de 2020. Para Anderson Lessa, o Banguzão precisar estar com o “alerta” ligado.

– Todos os jogos são difíceis, bem disputados e que são decididos nos detalhes. Nós já sabíamos que contra a Portuguesa seria complicado e temos ciência que amanhã, contra o Americano, não será fácil. A gente precisa ter cuidado para buscar mais uma vitória, ficando mais próximos dos nossos objetivos. Devemos ter muita atenção para fazer o nosso jogo, com posse de bola e uma marcação de qualidade – afirma Anderson Lessa, que finaliza deixando uma mensagem para os banguenses:

– Temos que agradecer o carinho, a admiração e o respeito que o torcedor tem tido conosco. Pode ter certeza que cada atleta tem dado o máximo de si dentro do campo para honrar o Bangu. Desde já, convocamos todos para que nos incentive contra o Americano, fazendo um caldeirão. Juntos somos mais fortes – encerra o camisa 9.

Emerson Pereira