Bruno Fandinho, o xerife alvirrubro

Zagueiro de 31 anos é autoridade na zaga do Banguzão

“Xeeeeeeeeerifeeeeeeeeeeeee!” Gritaria capitão Nascimento no filme “Tropa de Elite”. Isso serve ao nosso zagueiro Bruno Fandinho Franzo, 31 anos, ou simplesmente Bruno Fandinho. Paulista, teve a maioria de sua carreira baseada nos clubes de São Paulo, além de ter atuado por Itumbiara-GO e Toledo-PR. Pela primeira vez, o zagueiro destila o seu bom futebol em solo carioca. Com experiência internacional. Atuou ano passado pelo FK Panevesys, da Lituânia, antes de chegar no Bangu.

– Cheguei aqui no Bangu com a esperança de realizar uma grande temporada. Bangu é um time de tradição e de torcida enorme. Sabemos de sua força. O elenco é excelente e estamos trabalhando muito para fazer uma grande competição – resumiu.

Fandinho sabe que cada jogo é decisivo. Como um grande “oficial de elite” da bola, ele precisa fatiar e cortar as dificuldades, em cada metro quadrado do campo, para que o Alvirrubro não caia em emboscadas de ataques adversários.

– Nossa defesa está muito bem, mas sabemos que tudo isso começa lá na frente, quando nossos atacantes iniciam a marcação no campo ofensivo. É todo um conjunto. Precisamos estar atentos os 90 minutos para não dar chances do adversário nos complicar – explicou.

Depois de ter seu parceiro de defesa, momentaneamente fora (Gabriel) por causa da COVID-19, Fandinho agora faz suas “incursões”, na intenção de interromper as jogadas adversárias, ao lado de Israel, Cria do Proletário, um dos destaques diante do Botafogo, no último jogo:

– Temos experiência a mais e, sabendo usar, isso só ajudará os meninos. O Rael (Israel) entrou muito bem contra o Botafogo e jogou muito concentrado. Infelizmente nós tivemos a saída do Gabriel por causa do Covid, mas isso mostrou o quanto todos estão prontos para suprir a ausência de um colega. O Bangu só tem a ganhar. – disse.

Neste sábado, dia 20, o Banguzão retornará para mais uma “operação”. O adversário tem a artilharia pesada. Enfrentará o Fluminense em São Januário, às 21h05, com transmissão da TV Record. Fandinho sabe que a partida será complicada, mas também aposta no bom desempenho de sua tropa, porque xerife é assim: lidera na retaguarda e sabe atacar quando for a hora. O time não ficará somente na contenção, também usará a ousadia para avançar. Por falar em ataque, os atacantes tricolores precisam pensar em como furar a defesa do Alvirrubro, porque se depender de Fandinho: “NUNCA SERÃO!”

Texto: Marcos Benjamin
Foto: Caio Almeida / Bangu AC