Com gol de Rhainer, Bangu bate Madureira e conquista primeiros pontos na Taça Rio

Vitória fora de casa coloca Alvirrubro mais perto da vaga do Brasileirão e cola nos líderes da Taça Rio

No Clássico Suburbano quem levou a melhor foi o Bangu, nesta sexta-feira, 1, no Estádio Aniceto Moscoso, pela 2ª rodada da Taça Rio. Rhainer, artilheiro da segundona da última temporada com 15 gols, saiu da reserva para garantir os três primeiros pontos do time da Zona Oeste no returno e colocar o Alvirrubro em terceiro lugar no Grupo B. Esta vitória também celebra a recuperação do Bangu na classificação geral, sendo um dos aspirantes à vaga para o Campeonato Brasileiro da próxima temporada.

O jogo

Partindo do fator casa, o Madureira procurou manter o maior volume de jogo nos primeiros minutos. O Bangu, bem postado no campo defensivo, trabalhou com cautela para encontrar espaços para sair jogando, utilizando a velocidade nos contragolpes como sua principal arma. Tanto é que usando desta estratégia, Anderson Lessa partiu para o ataque e lançou Jairinho, entre dois zagueiros, mas o goleiro Douglas conseguiu se antecipar.

Após a parada técnica, o Bangu começou a gostar do jogo e equilibrou o desafio. Se do lado tricolor Marlon não conseguiu concluir em gol a chance que teve na pequena área aos 30 minutos, o Bangu aplicava respostas que tirava a confiança adversária e crescia a cada lance, como aos 41, quando Jairinho entrou em velocidade na linha de fundo e cruzou preciso para Anderson Lessa, que acabou sendo surpreendido pela zaga do Madureira.

No segundo tempo o técnico Alfredo Sampaio deu a ordem para decidir e o jogo ganhou contornos mais intensos. Impondo-se sobre o Madureira, o gol do Bangu começou a se construir ainda nos primeiros minutos com Jairinho mandando um chute de longe que tirou tinta do travessão de Douglas. Aos 10 eles responderam com Luciano recebendo lançamento, mas sendo interceptado pelo goleiro banguense Jefferson Paulino, que estava atento no lance.

Em outra jogada de ataque banguense, Yaya recebeu passe na área de Rhainer, que acabara de entrar, mas não conseguiu completar. Já aos 42 minutos Kelvin cobrou escanteio e o goleiro Douglas deu rebote, após desvio. Rhainer demonstrou oportunismo e empurrou para o fundo do gol.

Com o gol o Bangu manteve a tranquilidade nos minutos finais, observado o nervosismo adversário que não teve tempo de reagir.

O Bangu volta a campo na próxima sexta-feira, 8, às 16h30, contra o Volta Redonda, no Estádio da Cidadania.

Madureira 0x1 Bangu
Campeonato Carioca, Taça Rio, 2ª rodada – 01/03/2019 às 16h

Estádio Aniceto Moscoso (Rio de Janeiro – RJ)
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá
Assistentes: Eduardo de Souza Couto e Thiago Gomes Magalhães

Bangu: Jefferson Paulino; João Lucas (Kelvin), Rodrigo Lobão, Anderson Penna e Dieyson; Felipe Dias e Marcos Júnior; Yaya Banhoro, Felipe Adão (Alex Chander) e Jairinho (Rhainer); Anderson Lessa. Técnico: Alfredo Sampaio.

Cartões amarelos: Levi, Arlen e Cláudio Maradona (MAD); Rodrigo Lobão (BAN).

Gol: Rhainer, 40’/2ºT

Texto: João Carlos Gomes
Fotos: Raphael Santos/Bangu