De Bangu para o Bangu: jogador sai de prisão injusta para defender time carioca

O jogador de futebol Sylvestre Sousa foi preso acusado de participação em um roubo em 2013. O veículo utilizado na ação criminosa estava no nome dele, mas já tinha sido vendido. Sylvestre também foi reconhecido por uma vítima, mas a partir de uma foto 3×4. Ele ficou 20 dias em uma cela do complexo penitenciário de Bangu, no Rio de Janeiro, até que a injustiça fosse desfeita. Em liberdade, ele recebeu um convite, mostrado com exclusividade pelo Esporte Fantástico. Agora, Sylvestre vai defender as cores do Bangu Atlético Clube. Continuará no mesmo bairro da zona oeste do Rio, mas no lugar onde merece estar, o gramado. Veja!

R7