Em recesso de réveillon, Eduardo Àllax aprova primeira fase da preparação do Bangu

Ao retornar, equipe embarca para Pinheiral e dará sequência ao trabalho no CT João Havelange

A equipe do Bangu está em recesso de fim de ano e a pausa até o dia 2 de janeiro servirá para regenerar o elenco que tem trabalhado em uma pegada forte desde o dia 18 de novembro, entre o Estádio Proletário e o CT Deodoro.

Nesse período, a preparação física e o aperfeiçoamento técnico foram bastante exigidos. O time aproveitou para fazer quatro jogos-treinos, vencendo o sub-20 alvirrubro por 3 a 1, o Porto Real por 1 a 0, empatando com o Madureira sem gols e com o Boavista por 1 a 1. Na visão do técnico Eduardo Àllax, o empenho depositado até agora deu resultado e a primeira fase de preparação visando o Campeonato Carioca fecha de forma positiva.

– Foi um período importante que fizemos avaliação de todos os atletas e conhecemos melhor o elenco. Já conseguimos uma evolução técnica impressionante, quesito importantíssimo, e conseguimos também rodar todo o elenco em jogos-treinos. Vou aproveitar bastante esta pré-temporada para lapidar ainda mais o grupo – explica Eduardo Àllax.

A sequência da pré-temporada alvirrubra será no centro de treinamento João Havelange, em Pinheiral, até o dia 11. A equipe vai para o quarto ano consecutivo utilizando as estruturas do local. Por lá Eduardo Àllax ainda terá outros jogos-treinos na programação e vai aprimorar o esquema de jogo que pretende imprimir.

– Eu já cheguei no Bangu com uma espinha dorsal deixada do trabalho anterior, mas com pequenas mudanças. Defesa e meio-campo nós já tínhamos quando iniciei a preparação. Na pré-temporada vamos focar na parte tática para começar a ter um trabalho voltado a jogadas ensaiadas, ações ofensivas e defensivas. Também faremos mais jogos amistosos para condicionar os atletas num jogo de 90 minutos – complementa.

Moça Bonita passa por manutenção no gramado

Sem utilizar o campo principal desde a segunda semana de dezembro, o Proletário está sendo tratado para um melhor desempenho no Campeonato Carioca e no decorrer da temporada. A equipe agrônoma responsável por cuidar do campo, retirou fungos e faz a remoção das gramas “invasoras” que prejudicam o tapete.

O segundo passo, enquanto o grupo estará em Pinheiral, será o plantio da grama tifton, uma gramínea utilizada em grandes arenas e que se adapta a climas tropicais por conta de sua rápida recuperação. Também será feita a revisão do sistema de irrigação e de drenagem.

João Carlos Gomes