Rhainer marca no segundo tempo e Bangu arranca empate fora de casa com o Botafogo

Equipe da Zona Oeste tem bom desempenho e mantém chances no segundo turno do Carioca

O Bangu conseguiu o seu quarto ponto na Taça Rio na tarde deste domingo, 15, no Estádio Nilton Santos. Diante do Botafogo, o Alvirrubro se comportou bem após sair atrás do placar e conseguiu o empate com Rhainer, que saiu do banco de reservas, e marcou um belo gol. Com isso, o Alvirrubro segue com chances de avançar à semifinal do returno do Campeonato Carioca, tendo dois jogos pela frente.

O JOGO

O Bangu entrou em campo mostrando que não iria se intimidar, mesmo jogando fora de casa. Logo no primeiro minuto, Dieyson usou a cavadinha para achar Rocha na área. O atacante não foi individualista e serviu Jairinho, que recebeu na área e finalizou para fora. O Alvinegro respondeu de forma imediata. Aos cinco minutos, Honda fez um bom passe para Luiz Henrique. O jovem jogador bateu forte, mas Matheus Inácio, atento, salvou o Bangu.

O jogo já estava em ritmo desalerado quando o Botafogo abriu o placar. Aos 28 minutos, Navarro buscou o contato com Matheus Inácio e depois se jogou na área. O pênalti foi assinalado pela arbitragem e convertido por Honda. O gol não abalou a equipe da Zona Oeste, que quase empatou em cobrança de falta. Aos 44 minutos, Juan Felipe cobrou com categoria, mas a bola passou tirando tinta do travessão.

O Bangu voltou do intervalo melhor e chegou com perigo. Aos seis minutos, Jairinho fez ótima jogada, driblou Kanu e tocou para Rodrigo Yuri. O volante finalizou bem, a bola tinha a direção do gol, mas explodiu na zagueiro e saiu para lateral. No decorrer do lance, o ALvirubro sofreu falta. Na cobrança, Juan Felipe lançou no meio da área e, após bate e rebate, Michel explodiu o travessão na hora do arremate.

Buscando dar um novo gás no setor ofensivo, Eduardo Àllax chamou Rhainer e não demorou muito para alteração trazer o efeito esperado. Aos 12, Rocha tocou por cima da defesa e achou camisa 20. Com muita tranquilidade, ele deu um toque sutiu encobriu o goleiro Gatito, marcando um lindo gol: 1 a 1.

Foto: João Carlos Gomes/Bangu

O Alvirrubro continuou em cima e quase virou no final. Quando relógio marcava 31 minutos, em bela chegada de Juliano pela direita, Felipinho teve a chance de marcar o gol da virada, mas errou a finalização. Já no final, Dieyson encontrou Rhainer na entrada da área, mas o atacante foi desequilibrado e o jogou seguiu. Na vantagem, Felipinho, sem ângulo, finalizou e parou nas mãos de Gatito. O Botafogo ainda teve uma chance, mas Alex Santana acertou a trave. Sem tempo para novos ataques, o empate permaneceu até o final.

O Bangu jogou assim: Matheus Inácio; Juliano, Michel, Rodrigo Lobão e Dieyson; Felipe Dias, Josiel (Rhainer) e Juan Felipe; Octávio (Rodrigo Yuri), Rocha (Felipinho) e Jairinho. Técnico: Eduardo Àllax.

Assessoria de imprensa